Atração Inovação Notícias

Academia Stem/UEA inicia capacitações tecnológicas itinerantes para alunos de ensino médio da rede pública

Academia Stem/UEA inicia capacitações tecnológicas itinerantes para alunos de ensino médio da rede pública

Em parceria com a Samsung, cursos de tecnologia visam despertar interesse de estudantes do estado para área de Engenharia

O projeto de pesquisa e desenvolvimento Academia Stem, realizado na Universidade do Estado do Amazonas (UEA) em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e a Samsung, iniciou nesta sexta-feira (15/07) a programação de atividades e cursos gratuitos na Escola Estadual Professor José Bernardino Lindoso, na zona Norte de Manaus.

As atividades são realizadas por meio dos Laboratórios Móveis, carretas com ambientes tecnológicos nas quais será ministrado o Curso de Capacitação Profissional em Tecnologias Digitais e Indústria 4.0. A expectativa é de que 600 alunos de ensino médio dessa escola sejam beneficiados com cursos gratuitos de tecnologias digitais, indústria 4.0 e robótica.

Para o reitor da UEA, Prof. Dr. André Zogahib, a universidade e o projeto Academia Stem vão estimular os alunos a terem o contato com a tecnologia para que, no futuro, sejam futuros calouros da Universidade do Estado do Amazonas. “Essa é uma grande oportunidade em que a universidade acaba se aproximando da comunidade e cumpre seu papel constitutivo. Os alunos da capital e, futuramente, do interior, vão ter contato com todo o aparato tecnológico para desenvolver ciência e ganhar o mundo. Esse é o nosso papel”.

A titular da Seduc, Kuka Chaves, ressaltou que o novo ensino médio passa por reformulação e o Amazonas tem no itinerário informativo a cultura digital. “É uma oportunidade dos alunos de ter uma formação voltada para as áreas de tecnologia, de engenharia, de matemática, os saberes da tecnologia para a indústria 4.0, tão necessária para vagas do Polo Industrial de Manaus. A parceria com a UEA só tem a agregar e o Governo do Estado está muito feliz. Tenho certeza que daqui sairão excelentes profissionais para o Amazonas e para todo Brasil.”

A estudante do 3° ano do ensino médio, Samira da Costa, disse que tinha vontade de ser policial, só que desconhecia e nem tinha ideia de como era o curso de engenharia. “Agora com eles falando, abriu mais a minha mente. Eu gostei de engenharia elétrica, pretendo estudar mais sobre. É muito bom termos a oportunidade de ter um laboratório móvel porque nem todo mundo tem dinheiro para pagar um curso desses, então achei muito bom”, explicou.

O coordenador geral do Academia Stem, Jucimar Maia Jr., explicou que os cursos são ministrados por uma equipe altamente qualificada nos laboratórios itinerantes (levados em carretas para a escola). “As ações têm a proposta de difundir o conhecimento em robótica, linguagem de programação e movimento maker – que estimula qualquer pessoa a construir, consertar e fabricar diversos tipos de projetos, também chamado de ‘Faça Você Mesmo’”, detalhou.

Segundo o coordenador do Pilar Atração, professor Adan Medeiros, trata-se de uma importante ação focada no objetivo de aumentar o interesse dos alunos em carreiras nas áreas de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática, para causar um impacto positivo no mercado de tecnologia da região amazônica. “O Pilar Atração visa despertar o interesse de alunos do ensino médio para as áreas Stem, com o objetivo de incentivar o ingresso desses estudantes nos cursos de engenharia da EST/UEA. São desenvolvidas atividades nas mídias sociais no Instagram (@manostem) e também por meio de podcasts, lives e vídeos informativos, além da oferta de cursos gratuitos de capacitação on-line”, explicou o coordenador do Pilar.

Adan destacou que a meta é visitar todas as escolas de nível médio de Manaus nos próximos anos e difundir essas ações. “Iniciamos, agora, nos turnos matutino e vespertino com operação de um laboratório móvel equipado, na Escola Estadual Prof. José Bernardino Lindoso. Com o total apoio da Seduc, as expectativas são muito positivas”, declarou.

“A Samsung tem um engajamento de longa data com projetos de educação, que fazem parte da visão da companhia de contribuir para o desenvolvimento da sociedade”, afirma Eduardo Conejo, Gerente Sênior de Inovação na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung. “Estamos muito felizes em acompanhar esta nova fase do projeto Academia Stem, que já se consolidou como um importante veículo para o desenvolvimento dos jovens estudantes”, complementa.

Participaram do evento o pró-reitor de Ensino de Graduação, Raimundo Barradas; a pró-reitora de Planejamento, Joésia Pacheco; o pró-reitor de Administração, Nilson Oliveira Junior; o diretor da Agência de Inovação, Antônio Mesquita; o procurador do Ministério Público do Trabalho, Jorsinei Dourado; o titular da Secretaria das Cidades e Territórios (Sect), João Coelho Braga; a secretária executiva adjunta Pedagógica da Seduc, Hellen Matute; e a gestora da Escola José Bernardino Lindoso, Luciana Mara Carvalho Aguiar.

Sobre o projeto – A Academia Stem é voltada à capacitação e formação profissional dos estudantes, buscando desenvolver, potencializar e divulgar as áreas de Engenharia de Automação e Controle, Engenharia da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Produção e Sistemas de Informação. O projeto conta a parceria da Samsung, usando recursos da Lei de Informática para a Amazônia Ocidental (Lei Federal nº 8.387/1991), estando sua divulgação de acordo com o previsto no artigo 39.º do Decreto nº 10.521/2020.

Sobre a Samsung Electronics Co. Ltd. – A Samsung inspira o mundo e molda o futuro com ideias e tecnologias transformadoras. A empresa está redefinindo o mundo de televisores, smartphones, dispositivos portáteis, tablets, equipamentos digitais, sistemas de rede, memória, sistema LSI e soluções de semicondutores e LED. Para saber as últimas notícias, visite a Samsung Newsroom em https://news.samsung.com/br.