Educação Notícias

Comunicação do Academia Stem é destaque em evento nacional

 

As pesquisadoras do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), Cristiane Barbosa e Yasmim Tabosa, apresentaram no 45º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom) o artigo ‘Estratégias de Divulgação Científicas para as áreas STEM no Amazonas: a experiência do projeto Academia Stem no Instagram’.

A pesquisa teve como principal objetivo refletir como os perfis @acadstem e @manostem trabalham o conhecimento científico na rede social Instagram. Para isso, as congressistas fizeram uma análise de conteúdo qualiquantitativa das publicações em ambos perfis, visando expor as dinâmicad de divulgação da ciência em um meio como a internet.

Para a professora Dra. Cristiane Barbosa, a participação no congresso foi muito significativa, pois foi o primeiro Intercom que ocorreu de modo presencial no pós-pandemia, reunindo os grandes pesquisadores e estudantes da ciência da comunicação. Segundo ela, por meio da pesquisa, o núcleo de comunicação do Academia STEM pode servir de modelo para outras regiões do País.

“Esta foi uma grande oportunidade de apresentar ao público nacional a importância estratégica da comunicação no projeto Academia STEM, desenvolvido na UEA e também para o intercâmbio de novos conhecimentos e práticas mercadológicas e da academia. A receptividade do artigo apresentado foi muito positiva e inclusive, durante o congresso, inspirou outros pesquisadores a desenvolverem nossa proposta de articulação da Comunicação em outras áreas”, frisou Cristiane Barbosa.

O Intercom aconteceu de 5 a 9 de setembro na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e trouxe como temática principal as ‘Ciências da Comunicação contra a Desinformação’. O evento é o maior do país na área da comunicação e acontece desde 1977.

Para a pesquisadora e estudante do 6º período de jornalismo da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Yasmim Tabosa, o Intercom abre portas para que estudantes no início da vida acadêmica possam compartilhar ideias e dar os primeiros passos na discussão científica.

“Essa foi minha primeira experiência em um congresso nacional de forma presencial, e é indescritível a sensação de dividir o espaço com tantos cérebros dispostos a trocar conhecimentos. Levar a temática Stem para essas pessoas não é só um grande prazer como também uma honra e chance para novos aprendizados”, enfatizou a estudante.

O coordenador geral da Academia Stem, Jucimar Júnior, explicou que o projeto incentiva a produção de artigos e participação em eventos científicos. “A comunicação científica das ações transformadoras do nosso projeto é estratégica e permite um networking fantástico para nossos pesquisadores”, destacou.

Sobre o projeto – A Academia Stem é voltada à capacitação e formação profissional dos estudantes, buscando desenvolver, potencializar e divulgar as áreas de Engenharia de Automação e Controle, Engenharia da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Produção e Sistemas de Informação. O projeto conta a parceria da Samsung, usando recursos da Lei de Informática para a Amazônia Ocidental (Lei Federal nº 8.387/1991), estando sua divulgação de acordo com o previsto no artigo 39.º do Decreto nº 10.521/2020.